PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 25 DE JULHO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

Antonio Augusto de Barros Penteado



Antonio Augusto de Barros Penteado
Limeira
Engenheiro/Empresário
29/07/1876

	Nascido em Limeira, SP, em 29/07/1876 e falecido no século 20. Casado com Celisa de Camargo, filha do Coronel Flaminio Ferreira de Camargo e Cândida de Barros Camargo, residiu em Piracicaba. Irmão do Deputado Federal Joaquim Augusto de Barros Penteado, eram filhos do capitão Manoel de Toledo Barros e Maria Augusta Penteado de Barros. 

	Engenheiro, empresário, político. Foi aluno do Colégio São Luiz de Itu e do curso anexo a Faculdade de Direito de São Paulo. Durante sete anos fez o curso completo da escola de Minas de Ouro Preto, MG, obtendo em 1896 a carta de agrimensor e em 1900 o diploma de engenheiro civil de minas. De volta a cidade natal, exerceu sua profissão por algum tempo e realizou estágios nas empresas elétricas de Franca e Bragança Paulista. 

	Constituiu com sócios uma firma, denominada Ignarra, Penteado & Cia, que comprou em Piracicaba a empresa elétrica Luiz de Queiroz. Desde 04/09/1903 passou a residir em Piracicaba. Assumiu a gerencia da empresa elétrica local, tratando de reformá-la e aperfeiçoá-la. De acordo com a imprensa local, “acrescentou-lhe novo e belíssimo corpo, dado ao conjunto das edificações um aspecto mais compatível com a elegância dos nossos edifícios públicos”. 

	Foi presidente do Asilo de Velhice e Mendicidade e atuou como escrivão durante a provedoria de Francisco Antonio de Almeida Morato na Santa Casa de Misericórdia, sendo ele próprio eleito provedor em junho de 1910. 

	Passou a dirigir, ainda, o Hospício de alienados e o Hospital de Lázaros. Foi reeleito em 1912 e sua atuação frente a Santa Casa estendeu-se até 31/01/1915. Ligado ao Partido Republicano, foi prefeito municipal de Piracicaba de Março de 1914 a 11/01/1916, como sucessor de coronel Fernando Febeliano da Costa. Presidiu o E.C. XV de Novembro.