PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 26 DE JUNHO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

Delfim Ferreira da Rocha Netto



Delfim Ferreira da Rocha Netto
Itu
Jornalista
09/06/1913
23/08/2003

	Nascido em Itu, Sp, 09.06.1913. Falecido na cidade de Piracicaba, 23.08.2003. Casado com Yara Moreira freire da Rocha. Jornalista e funcinário público. 
	
	Após estudo com os frade capuchinhos (1919 -20), foi aluno do Grupo Escolar Barão do Rio Branco (1921-22) e dio Grupo Escolar Modelo da Escola Normal Oficina de Piracicaba ( a futura Sud Menucci), onde frequentou os cursos Primário e Médio, diplomando-se em 1926. Estudou na Escola de Contabilidade Cristóvão Colombo (1929-30) e na Escola Prática de Contabilidade Moraes Barros (1931). 

	Dos 14 aos 18 anos, trabalhou na livraria Americana, de seu tio João do Amaral Mello e depois, de José de Assis (Filho) (v.).
	
	Morou e trabalhou na capital paulistana (1933-34) e em Bauru, Sp (1935). Neste último ano, aprovado em concurso para fiscal de rendas, passou a pertencer, como agente fiscal de rendas, ao quadro de funcionários da Secretaria da Fazenda do Estado, exercendo essa atividade até 1937 na capital e de 1939 a 1944 em São Carlos, Sp. Retornou a Piracicaba em 1944 para tornar-se chefe foi Posto de Fiscalização Estadual local e Inspetor de Rendas (1949). Trabalhou em Pirassununga a partir de 1955 e em Rio Claro desde 1960. Aposentou-se em 1964 como Inspetor de Rendas e viveu desde então em Piracicaba. 

	Eleito vereador em Piracicaba , filiado ao partido PSP (Partido Social Progressista) exerceu sua função na legislatura de 1952-1955, exerceu seu mandato por pouco tempo, em virtude da remoção para Pirassununga. Apaixonado pela imprensa desde a mocidade, começou no jornalismo com notícia esportiva publicadas pelo Jornal de Piracicaba desde 1930. Com sua mudança para a capital em 1933, passou a representar a Associação Atlética Luiz de Queiroz e o Esporte Clube do XV de Novembro junto à imprensa paulistana. De 1937 a 1939 fez parte da redação do Jornal de Piracicaba. Removido para São Carlos, SP, passou a chefiar a seção esportiva do Correio de São Carlos desde 1930. Estava de volta em Piracicaba em 1944, quando seus textos retornaram à página esportiva do Jornal de Piracicaba, ao mesmo tempo em que atuava como correspondente dos “Diários Associados” de Assis Chateaubriand, da Gazeta Esportiva de Cásper Líbero e da revista carioca Sport Ilustrado. 

	Colaborou também no Jornal O Diário de Piracicaba. Publicou dois livros sobre o E.C. XV de Novembro. Além do título de Cidadão Piracicabano (1967), recebeu numerosas outras honrarias e distinções, como a de Cidadão Prestante, que lhe foi outorgado em 1986 pela Câmara Municipal de Piracicaba, e os de Presidente de Honra, Sócio Remido e Grande Benemérito do Esporte Clube XV de Novembro. Ligado desde 1928 à Associação Atlética Luiz de Queiroz, criou em 1933 o famoso “A Encarnado”, símbolo do clube a partir de então. Recebeu a Medalha do Bicentenário de Piracicaba em 1984 e em 1992 a diretoria da ESALQ instituiu o “Troféu Rocha Netto”, com entrega anual por ocasião da festa de formatura da escola. Pertenceu ao Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba, ao Clube dos Escritores, à Academia Piracicabana de Letras e a Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo. 

	Seu prodigioso arquivo, cuja documentação se estende de 1913 a 1991, foi confiado em dezembro de 2006 ao Centro Cultural Martha Watts, em subsolo do Colégio Piracicabano, à rua Boa Morte. Além, de 600 livros, documentos e troféus, reúne perto de cinquenta mil imagens e trinta mil exemplares de periódicos de esporte, predominantemente de futebol (Família Rocha Netto, 2006)


Fonte: Dicionário de Piracicabanos – Samuel Pfromm Netto/ Ficha Individual do Vereador RH