PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

João Batista Vizzioli



João Batista Vizzioli
-
Advogado/ Músico/ Empresario
-
01/01/1962

	Falecido em Piracicaba em 1962. Casado com Ermelinda Stolf Vizioli, nascida em 1902 e falecida em Piracicaba em 13/10/1983. Advogado provisionado, político, empresário, músico. Figura importante na vida política e social piracicabana do século vinte, combativo e influente, vereador em 1933 e de 1952 a 55. 

	Por ocasião da eleição de 1959, na qual saiu vitorioso Francisco Salgot Castillon para prefeito da cidade, Vizioli foi eleito vice prefeito, falecendo antes do termino de seu mandato, que deveria entender-se até 1963. Musicista talentoso, Vizioli fez parte da orquestra que, nos tempos do cinema mudo, tocou nos cines Iris e Politeama. 

	Tocou com músicos famosos como Erotides de Campos, José de Aguiar, Carlos e Melita Brasiliense Pinto, Osório Aguiar e Souza, Totó Carmelo e outros, sob a regência do maestro Prefetti. Por volta de meados do século, a família Vizioli deu nome a uma vila na rua Prudente de Moraes, com varias casas alugadas nas quais residiam a família Benatti, Os Drieselmann alojavam em sua casa na Vila Vizioli pensionistas alunos da ESALQ como Oswaldo Augusto Mamprim e Samuel da Silva Mello, formado em 1939. Por algum tempo, fez parte do grupo de pensionistas na Vila Vizioli o fotografo profissional Cícero Correa dos Santos. A vila situava-se a frente do antigo jardim do Largo São Benedito, entre o sobrado da Delegacia de ensino e oficina Marangoni e o armazém e bar do Ponto, de Augusto Pfromm. 

	Filiado ao PSD (Partido Social Democrático) e PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), exerceu a função de vereador nos períodos de 1948-1951. 

	Denomina-se João Baptista Vizioli uma travessa no Jd. Itamaraty.