PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

Joaquim Fernandes de Moraes Sampaio



Joaquim Fernandes de Moraes Sampaio
-
Tenente/Coronel
-

	Tenente-Coronel e político. Vereador em Piracicaba em 1890, 1892, 1893-95 e 1896-98. Intendente municipal, de 1895 em diante “passou a assinar-se Joaquim André de Sampaio, como era geralmente conhecido e como passou aos anais de nossa terra... um dos grandes homens da historia política e administrativa de Piracicaba”. Figura no grupo de duas dúzias de piracicabanos abonados, apontados por Camargo como capitalistas, que, como tais, pagavam impostos a prefeitura, correspondendo-lhe o valor de 40:000$000. 

	A mesma fonte inclui “Joaquim André e Companhia”, provavelmente a mesma pessoa, na lista dos principais lavradores em Piracicaba, na passagem do século. Quando estava a testa do município, adquiriu a 02/03/1895 um terreno de Francisco Manuel de Oliveira no bairro dos Alemães, para instalação do Hospital do Isolamento, destinado a doentes de moléstias contagiosas.

	Guerrini menciona que Joaquim teve um de seus discursos gravados em fonógrafo pelo dentista Adelardo de Souza Aguiar em Piracicaba, em 1895 (ou antes). Souza Aguiar explorou comercialmente seu aparelho com “bastante peças para serem ouvidas”. Cobrava um mil réis por pessoa.

	No bairro paulista há uma rua Joaquim André, paralela a av. Dr. Paulo de Moraes.