PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 25 DE JULHO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

Luiz Gonzaga Campos Toledo



Luiz Gonzaga Campos Toledo
Tiete
Médico
03/02/1900
29/08/1968

	Nascido em Tietê em 03/02/1900 e falecido em Piracicaba em 29/08/1968. Casado com Valentina Nogueira de Campos Toledo, sem descendência. Décimo primeiro dos vinte filhos de João Alves Correa de Toledo e Franklina Etelvina de Campos Toledo. Passou a residir em Piracicaba desde os 7 anos de idade. 

	Freqüentou a escola primaria e a Escola Normal de Piracicaba e foi professor primário em Limeira e Charqueada. Ingressou em 1923 na Faculdade de Medicina de São Paulo, onde se formou em 1928. Atuou inicialmente em São Paulo como medico interno junto as clinicas medicas de Antonio de Almeida Prado e neurológica Enjolras Vampré na Santa Casa de Misericórdia. 

	Um ano após sua formatura, instalou seu primeiro consultório em Piracicaba e em 1931 foi admitido como integrante do corpo clinico da Santa Casa de Misericórdia local. Em 1934 encarregaram-no de dirigir o Hospício Barão de Serranegra. No ano seguinte, passou a se incumbir da clinica medica das enfermarias do manicômio. Atendia, alem disso, enfermos do Lar dos Velhinhos e da Escola de Mães Dr. Alvario Guião, em seu consultório particular. 

	Tomou parte na Revolução Constitucionalista de 1932, como primeiro tenente medico do batalhão piracicabano. Empenhou-se na fundação da seção regional local da Associação Paulista de Medicina. Seus colegas elegeram-no presidente, cargo que desempenhou durante nove anos. Candidatou-se a vereador e eleito, ocupou a vereança de 1956-59. 

	A classe médica piracicabana homenageou-o em 1959, elegendo-o presidente honorário do núcleo local da Associação Paulista de Medicina e oferecendo-lhe um pergaminho desenhado por Archimedes Dutra, com as assinaturas de todos os médicos do núcleo. Em 01/08/1936 recebeu o diploma de Cidadão Piracicabano, conferido pela Câmara Municipal. Entre as muitas veneras, comendas e diplomas recebidos pelo doutor Lula, estão as medalhas Imperatriz Leopoldina, do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, a Medalha da Constituição e a do monumento a Mário Dedini. Dá nome a uma avenida da cidade, a avenida Doutor Lula, no Castelinho e o Jardim São Miguel, com inicio na Av. Dr. Paulo de Morais. 

	Tem igualmente seu nome em uma escola estadual de 2º grau.